O engasgo no bebê

O engasgo é caracterizado pela obstrução das vias aéreas, geralmente acompanhado de pigarro ou tosse. Esgasgos leves, acompanhados de tosse, são comuns nos bebês, principalmente durante a ingestão de líquidos.Um bebê saudável, em desenvolvimento normal, costuma ser perfeitamente capaz de recuperar-se facilmente de um engasgo leve. Portanto, mantenha a calma e veja como ele reage à situação.

Engasgos graves, com obstrução de vias aéreas, podem levar à sufocamento, porém são raros em bebês, pois eles tem o dorso (parte de trás) da língua mais elevado e um reflexo de gag (ânsia de vomito) que é disparado muito antes do alimento chegar perto da garganta. Assim, engasgos graves, que necessitam de manobra, são raros, principalmente se o bebê estiver sob controle da situação. Por isso, prepare o ambiente o mais seguro possível. Prefira iniciar com alimentos macios, cortados em pedaços grandes, de preferência com a casca, para facilitar a preensão palmar. Não ofereça alimentos que são obviamente difíceis, como quaisquer tipos de castanhas, tire as sementes das frutas e corte as uvas, cerejas e tomatinhos ao meio antes de oferecer.

De qualquer forma, é extremamente indicado que quem aplica o BLW tenha aprendido noções básicas de primeiros socorros e saibam como desengasgar um bebê. É muito importante que a mãe ou cuidador saiba que colocar o dedo dentro da boca do bebê, dar água ou bater nas costas são atitudes que podem levar ao engasgo, ou ainda, piorar a situação. Não se intimide, o bebê vai ditar o passo. Suas habilidades motoras gerais estão em pleno compasso com suas habilidades motoras orais. E fique atento, a alimentação deve ser supervisionada SEMPRE!!

manobra de heimlich bebes

A Manobra de Heimlich é o método mais eficiente e comprovado em casos de engasgo em bebês. Figura: Google