Alimentação infantil: e depois da introdução alimentar?

Começo com uma importante informação: optar por uma introdução alimentar participativa, ou guiada pelo próprio bebê, não transforma sua criança em um comedor árduo de saladas e detestador de doces, como muitos imaginam.  Pelo contrário, a ideia é que a criança possa continuar exercitando suas habilidades inatas de auto-regulação. Sinta fome e coma o quanto seja necessário para …

10 dicas para melhorar a alimentação das crianças pequenas

1 - Acertar a rotina. Acertar os horários de café da manhã, almoço, lanche da tarde, jantar e talvez ceia vão te ajudar a promover auto-regulação e gerar menos ansiedade - tanto pra você quanto pra criança. Não é fácil, pode ter chororô, soneca sem almoço, almoço mais tarde, dia sem jantar, jantar com tv, …

Alimentação saudável nas férias de verão

Férias. Ahhhh férias. Aquela hora que sai tudo do controle, a bolha estoura e o bicho pega. Se vc se achava a diferentona porque seu filho não comia besteira nenhuma.... esquece, amor. Ele não é mais um bebê e tá cheio de quereres e não quereres. E ai de vc se não der autonomia. É …

Tudo o que eu não imaginava sobre introdução alimentar, por Rafa Santos

"BLW não era para mim, fui educada com papinhas. Mas eu quis conhecer todas as possibilidades saudáveis de desenvolvimento do meu filho BLW não era para mim, minha mãe me ensinou q bebê que não come não fica gordinho e saudável. Mas meu filho não aceitava a colher. BLW não era para mim, sou uma …

BLW: onde estamos e para onde vamos?

Após a descrição da introdução alimentar em livre-demanda ter sido publicada e descrita no livro "Baby-led weaning", de Rapley e Murkett, em 2008, alguns pesquisadores começaram a se interessar e estudar o método. Em sete anos, ainda restam muitas dúvidas, mas as linhas de pesquisa já começam a ganhar forma. Gill Rapley, idealizadora do método, nos conta em …